domingo, 21 de abril de 2013

Então é isso...

Quando o meu telemóvel português tocou hoje as 7h30 da manhã e vi no visor o nome de uma grande amiga com quem não tenho falado muito desde que me mudei para aqui entrei em pânico e pensei o pior (acho que é o normal quando somos assim acordados pelo telefone). 


A primeira coisa que ela disse assim que ouviu a minha voz foi "Não sei o que fazer, preciso da tua ajuda!", depois de uns minutos de conversa consegui relaxar e entender que nada de "grave" tinha acontecido mas, a conversa durou umas 2h em que ela me contou tudo o que se passa na vida dela e o que a está a deixar assim angustiada e como sempre ouvi e dei o meu melhor para ajudar.

Quando finalmente desligamos dei por mim sentada na cama a pensar que eu sou muito melhor a aconselhar os outros do que colocar em prática as minhas próprias filosofias na minha vida.

XOXO S.

3 comentários:

  1. Acho que é sempre assim.... somos fantásticos a decidir o que fazer com a vida dos outros, mas na nossa...
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar