sábado, 13 de fevereiro de 2010

Como ler mais barato?

Ando para vos contar um “segredo” há imenso tempo mas acabo sempre por me esquecer, shame on me.

Eu como já disse neste blogue milhares de vezes adoro ler, mas a verdade é que com a quantidade fora do normal de livros que consumo torna-se uma renda, coisa para variar entre os 60-100 euros por mês, em um mês que leio 6/7 livros (que nem sempre acontece claro). Mas a verdade é que nunca gasto menos de 40 euros por mês nesse meu vício.

Acho absolutamente indecente o preço de um livro no nosso país, na cabeça de quem é que é normal um livro custar entre 17-25 euros? Ler é bom, é algo que nos ensina e educa e devia ser possível faze-lo sem comprometer a compra de bens essenciais, coisa que não é possível para pessoas que vivam em dificuldades. Este é o facto que me leva muitas vezes a ler em inglês, por 6/7 euros consigo comprar livros que em português me custavam mais do dobro, e agora pensem na incoerência, estes livros são importados.

Mas há alguns meses atrás descobri uma coisa fantástica, a FNAC online faz promoções com imensos livros e pelo preço de um compramos dois, e eu como tenho cartão FNAC nem pago os portes (mas também são gratuitos muitas vezes para quem não tem cartão e quando não são custam apenas um euro), mas para quem compra muito na FNAC o cartão vale a pena porque temos 10% de desconto em todos os livros.
Recentemente comprei lá em promoção:

(A leste do Sol – Julia Gregson e Lili La Tigresse- Alona Kimhi por apenas 14,20€)


(A paixão de Emma – Charlotte Bingham e Razões do Coração – Rosalind Laker por 13,50€)


(Desaparecida – Katy Gardner e O presságio da sereia – Katy Gardner por 13,95€)


XOXO S.

P.S. O pagamento pode ser feito no multibanco e demora cerca de 2 dias a chegar. Acho que a FNAC me devia oferecer livros pela publicidade ...

12 comentários:

  1. Olha que bom! Acho que descobri aqui algo espectacular!!!

    Beijo e obrigada!

    ResponderEliminar
  2. Também adoro ler!! Compro livro na Fnac e na Bertrand!! Kiss

    ResponderEliminar
  3. adoro ler mas realemnte os preços sao proibitivos!

    ResponderEliminar
  4. Também adoro ler e há alturas que devoro livros. Obrigada pela dica ;) realmente este vicio fica um pouco carote fica.

    Bjokas e bom fim-de-semana***

    ResponderEliminar
  5. Querida S.
    Ler, é uma das minhas paixões. E educa-nos sem dúvida!
    Desejo-te um excelente fim-de-semana, com muitos sorrisos à mistura. Sim?... :)
    Beijinho grande*

    ResponderEliminar
  6. Não concordo nada que os preços dos livros sejam exagerados, afinal o trabalho e a arte, ainda por cima se for de qualidade, deve ser bem recompensado. Ou acham que escrever um livro é tarefa fácil?

    E existem sempre maneiras de poupar nos livros, uma delas já foi aqui mencionada, outras há tais como, comprar livros em segunda mão, comprar aquelas edições mais baratas em que o livro é mais pequeno, tudo é mais condensado e a capa não é duro nem tão bonita, trocar livros com outros leitores, etc.

    Se o objectivo principal for mesmo a leitura pelo prazer de ler há sempre maneiras de poupar.

    ResponderEliminar
  7. És Ú-N-I-C-A e maravilhosa minha amiga!
    Beijinhos enormessss

    ResponderEliminar
  8. Grande dica, vou passar a ficar mais atenta!
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  9. Sinceramente acho que este teu vicio só faz bem:-) Eu compro muito no site da wook-www.wook.pt- também acho que os preços são acessíveis. Bj:-)

    ResponderEliminar
  10. Li os dois primeiros... Tenho a sorte de não ter que gastar dinheiro em livros ;) Mas se tivesse que gastar era sempre bem empregue ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Olá Pepper, claro que não acho que escrever um livro seja tarefa fácil ou que o trabalho de um escritor não deve ser bem recompensado, mas por exemplo, compramos o mesmo livro em inglês aqui em Portugal e pagamos 6/7 euros, enquanto se comprarmos em português pagamos mais do dobro na maioria das vezes.

    Eu sei que os livros têm de ser traduzidos e que esse trabalho também deve ser pago mas continuo a achar que os valores são em alguns casos demasiado exagerados, nomeadamente quando se trata de livros de escritores que estão na moda.

    E tens razão quando dizes que podemos trocar, comprar em segunda mão, ou comparar edições mais baratas (coisa que eu faço muitas vezes), mas a verdade é que para o trabalho do escritor ser recompensado temos de comprar os livros dele, se apenas metade dos que o lêem o compram (coisa que acontece) ele também vende menos e consequentemente recebe menos.

    Atenção que não estou a discordar com o que dizes, mas eu gosto de comprar os meus livros, tal como compro os meus cds e não os “saco” da internet, acho que é importante porque muitas vezes a vida de escritor é já bastante precária e o que leva um escritor a ser ou não publicado é muitas vezes mais do que uma boa ou má história, é principalmente o número de livros que vende e o lucro que dá às editoras.

    Beijinhos e obrigada pelo comentário

    ResponderEliminar