quarta-feira, 18 de maio de 2011

Mistério e Intriga...

Camilla Läckberg – Teia de Cinzas, há escritores que têm um dom, que vai crescendo ao longo da sua escrita, a Camilla Läckberg é assim, se já tinha gostado do primeiro e do segundo livro dela este é ainda melhor.

Um verdadeiro policial sem polícias perfeitos, sem personagens que não têm problemas pessoais, onde tudo é mostrado como acontece na realidade. Nem consigo colocar em palavras como gostei deste livro, onde tudo acontece de forma surpreendente e há segredos escondidos por todo o lado.

Aqui não há pormenores deixados ao acaso, não há pistas forçadas, é tudo muito natural como imagino que seja na realidade, este é o terceiro livro de uma colecção, pode ser lido individualmente mas aconselho a uma leitura seguida para que se compreenda melhor as personagens e do que estão a falar, fico a aguardar ansiosa pelo próximo.

Ordem: (A princesa de gelo, Gritos do passado e Teia de cinzas).

Tenho ainda de dizer que os livros traduzidos do sueco são geralmente muito bem traduzidos, o trabalho de tradução deste é maravilhoso, sem erros, frases com sentido…

Nota: 5/5

Sinopse:

Outono em Fjällbacka. Um pescador que acabou de recolher os ovos de lagosta que lançara ao mar está em estado de choque. No deck do barco jaz agora à sua frente o corpo inerte de uma menina. Enquanto Erica Falk desespera no seu papel de mãe, Patrick Hedstrom é mais uma vez chamado a desvendar o mistério daquela morte que vai afectar de forma devastadora a vida de muita gente que lhe é próxima. E enquanto a investigação vai decorrendo, os mistérios continuam: que pasta negra era aquela que a menina tinha no estômago quando foi autopsiada? Quem atirou cinza para um bebé que ficara por um momento num carrinho à porta da loja onde a mãe tinha ido fazer compras? Que cinzas eram aquelas que atiraram à bebé do próprio Patrick Hedstrom? Perguntas a que só a investigação da competente equipa liderada por Patrick Hedstrom poderá responder.

XOXO S.

P.S. Tenho uma versão do Gritos no passado a mais se alguém quiser diga qualquer coisa (é o segundo livro da colecção, faz mais sentido ir para quem leu o primeiro) se forem muitas pessoas a querer faço um sorteio, se não será entregue a quem o quiser (a minha opinião aqui). (O livro ficou para a Paulinha que foi a primeira a dizer alguma coisa)

5 comentários:

  1. Olá querida,

    Se ninguém quiser, posso ficar com ele?

    ResponderEliminar
  2. Gosto imenso de policiais e parece que este livro vale mesmo a pena!

    ResponderEliminar
  3. Paulinha, como ninguém mais disse nada é teu.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Cada vez que falas sobre um livro - dos que gostas - fico com vontade de comprar e ler :-) bjo**

    http://makeupblah.blogspot.com/

    ResponderEliminar